Por Cristina Padiglione | Saiba mais
Cristina Padiglione, ou Padi, é paga para ver TV desde 1990, da Folha da Tarde ao Estadão, passando por Jornal da Tarde e Folha de S.Paulo
Tá bombando!

‘3%’ é a série da Netflix de língua não inglesa mais vista nos EUA

Avessa à divulgação de números de audiência, a Netflix se permite dar um parâmetro para mensurar a boa receptividade alcançada por sua primeira série original brasileira, “3%”. Em comunicado distribuído hoje, a plataforma informa que “3%” é a série de língua não-inglesa mais assistida nos Estados Unidos, desde seu lançamento, em 25 de novembro. Some a isso espectadores na Austrália, Canadá, França, Itália, Coréia do Sul e Turquia e Hong Kong.
“Em um mundo pós-apocalíptico onde apenas 3% dos participantes são bem sucedidos, a primeira série original brasileira da Netflix pode ser considerada parte do seleto grupo de produções nacionais que impactaram públicos globais”, avisa o texto distribuído pela plataforma.

“A série foi amplamente vista fora do Brasil em diversos países, o que nos mostra que há sempre um público para uma grande narrativa, seja com conteúdo produzido nos Estados Unidos, Brasil, Singapura, Austrália, Índia ou no Oriente Médio”, disse Erik Barmack, vice-presidente de Originais Internacionais da Netflix.

Vaneza Oliveira, que vive a Joana, confirma que vem recebendo mensagens de fãs do México, Itália, França e Tawian.

“3%” está hoje em 190 países e já tem sua segunda temporada engatada, em fase de pré-produção pela Boutique Filmes. A direção é de  Cesar Charlone e o texto, de Pedro Aguilera.

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Cristina Padiglione

Cristina Padiglione