Por Cristina Padiglione | Saiba mais
Cristina Padiglione, ou Padi, é paga para ver TV desde 1990, da Folha da Tarde ao Estadão, passando por Jornal da Tarde e Folha de S.Paulo
Jornalismo&Doc

Lugar de mulher é no octógono: Canal Combate celebra o 8/3

Tudo bem que a programação seja só em função do Dia Internacional da Mulher, mas ainda bem que há o que mostrar nesse contexto.

Em razão da efeméride, o Canal Combate, cuja audiência é sempre abastecida por testosterona, apresenta uma programação especial. Cristiane Cyborg, Ronda Rousey, Amanda Nunes, Kyra Gracie, que ajudaram a abrir portas de seus esportes para o mundo e mostrar a força do universo feminino, estarão na tela do Combate em uma série de programas como o documentário “Viver para lutar”, com Kyra Gracie e as históricas lutas de  Amanda Nunes destronando Ronda Rousey e Germaine De Randaime sagrandro-se a primeira campeã dos pesos-pena do UFC.

Tem ainda Claudia Gadelha no foco do documentário “MMA em família” que conta trajetória, desde quando fazia aulas de jiu jitsu escondida do pai em Natal, até tornar-se uma das maiores lutadoras do mundo.  

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Cristina Padiglione

Cristina Padiglione