Por Cristina Padiglione | Saiba mais
Cristina Padiglione, ou Padi, é paga para ver TV desde 1990, da Folha da Tarde ao Estadão, passando por Jornal da Tarde e Folha de S.Paulo
Minha série

‘Orange is The New Black’ chega ao NOW no fim do mês

Orange is The New Black

Figura nascida e criada exclusivamente na esfera da TV sob demanda que se consome via internet, Frank Underwood finalmente desembarcou na TV linear por assinatura e dali ganhou também espaço em outros menus sob demanda. Agora, é chegada a vez de “Orange is The New Black” seguir o mesmo caminho. A série das presidiárias, outra produção original da Netflix, estreia no canal Paramount (o mesmo que recebeu “House of Cards”) no fim deste mês, com vaga assegurada no menu do NOW, a plataforma de vídeos sob demanda da NET. O título ficará disponível no NOW, meio que se faz notar cada vez mais pelo assinante também como espaço que abriga conteúdos extras aos tantos canais já presentes nos pacotes dos assinantes. Na Claro Vídeo, correspondente do NOW pela Claro TV, a “videoteca” disponível soma 15 mil títulos que podem ser acessados de qualquer lugar e dispositivo, além da própria TV, via set top box.

Assim como no caso de “House of Cards”, a chegada da produção à TV por assinatura honra uma estratégia boa para todos os lados: enquanto a Netflix aquece a expectativa de fãs pela chegada da 5ª temporada de ambas as séries, um público que não viu esses enredos terá outras janelas e chances de tomar contato com suas histórias e, na melhor das hipóteses, engrossar a plateia que aguarda por temporadas inéditas.

O Paramount é cardápio exclusivo da NET e da Claro TV, o que faz de “House” e “Orange” parte de um grande menu que, no Brasil, só pode ser acessado por assinantes das duas operadoras (quando não na Netflix, claro). São conteúdos assegurados como diferenciais, termo que faz a atratividade de duas das maiores operadoras do País.

A Claro Vídeo tem hoje algo em torno de mil filmes, 190 séries e 700 conteúdos de música, sem custo adicional (exceção feita aos pacotes de preço mínimo, na esfera básica do básico). É uma questão de saber aproveitar o self service. Lá estão as seis temporadas de “The Walking Dead”, o título mais visto da FOX, todas as temporadas de “Prison Break”, que agora foi retomada, pela mesma FOX, conteúdos do Amazon, como “Mad Dogs” e “Mozart in the Jungle”, além de séries clássicas como “Heroes”, “24 Horas” e “Good Wife”.

 

 

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Cristina Padiglione

Cristina Padiglione