Por Cristina Padiglione | Saiba mais
Cristina Padiglione, ou Padi, é paga para ver TV desde 1990, da Folha da Tarde ao Estadão, passando por Jornal da Tarde e Folha de S.Paulo
O que tem de bom?

Série brasileira da HBO foi buscar imagens de Holocausto no Instituto de Spielberg

Pedro Herz participa do episódio, aqui ao lado de Emílio de Mello

A HBO Latin America, em parceria com a produtora O2 Filmes, foi buscar no Instituto Spielberg imagens reais gravadas em campos de concentração, acervo histórico raro. As cenas mostram judeus se dirigindo a câmaras de gás e cadáveres se acumulando em valas comuns.

O material foi especialmente adquirido para ilustrar “A Herança”, último episódio da 3ª temporada de “Psi”, série criada, escrita e dirigida pelo psicanalista Contardo Calligaris, tendo como protagonista o também psicanalista Carlo Antonini, vivido por Emílio de Mello.

Em “A Herança”, último dos cinco episódios duplos desta temporada, Marie, a nora de Carlo, sofre apagões ao se deparar com imagens que lhe remetam qualquer sinal relacionado a campos de concentração.

Calligaris conta que a equipe de produção da série estudou bastante de que forma levar para o espectador os efeitos visuais desses surtos. Assim, as imagens aparecem sempre tremidas, na visão turva de Marie, que deixa de ouvir todos a sua volta durante os apagões. “A gente sabe como são efeitos especiais de vampiros, aliens, terror, mas a gente não sabia como produzir o efeito de um surto”, conta o diretor.

O episódio foi apresentado esta semana em sessão especial na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, em São Paulo, seguida de debate com as presenças de Calligaris, Maria Angela de Jesus, vice-presidente de produções originais da HBO Latin America, e dois rabinos  da Congregação Israelita Paulista.

Como indica o título (“A Herança”), a história ali contada é um convite à reflexão de como os nossos antepassados podem interferir nas nossas angústias, ainda que o contato com os ancestrais seja aparentemente nulo. O assunto provocou um debate producente, que tive a chance de testemunhar, envolvendo psicanalise, religião e uma boa compreensão sobre como o Holocausto (termo que Calligaris diz refutar, em troca de “genocídio”) ainda afeta, de maneira muito forte os judeus, tanto no plano coletivo, da comunidade, como no individual.

Vale ver. O TelePadi, sempre interessado em ampliar o repertório das pessoas, recomenda.

“Psi”: “A Herança”, em duas partes
Domingo, dia 4, às 21h, e domingo, dia 11 de junho, às 21h, na HBO

Curta nossa página no Facebook e siga-nos no Twitter

Cristina Padiglione

Cristina Padiglione